Search

São precisos dois para dançar o Tango !





"Tango é um pensamento triste que se pode dançar" segundo o poeta Discépolo Quando caminhamos pelas ruas de Buenos Aires , além de nos depararmos com sua grandiosa arquitetura indiscutivelmente européia e com a notável dignidade de sua elegante população transitando pelo centro da cidade, presenciamos também a cada esquina que passamos, uma grande aglomeração de pessoas (pré Covid-19), ao redor de exóticos casais argentinos , exibindo uma dança extremamente sensual e exuberante, o tango!

O Tango é um estilo musical e uma dança a par, surgido no final do século XIX nas margens do Rio da Prata, em Buenos Aires, na Argentina, e em Montevidéu, no Uruguai. Uma forma de expressão popular presente entre a classe pobre, sua atuaçäo se dava em casas de prostituições, bares e cafés.

No princípio, a dança era feita por dois homens e eles não se olhavam, porém mais tarde passou a ser interpretada entre duas mulheres, geralmente prostitutas. Naqueles tempos era considerada obsena a dança entre homens e mulheres abraçados. Mas foi somente no começo do século XX, com sua fenomenal propagação, é que o tango começou a ganhar espaço entre a burguesia e personalidades artísticas e vindo assim a se expandir pelos grandes salões de bailes.

Já com a quebra de tabus e a aceitação de casais do sexo oposto a dançarem juntos é que o tango com as principais características desta dança como: a expressividade, grande carga dramática, a valorização de sentimentos em forma de paixão, tristeza e sensualidade, sua capacidade de improvisação além de suas complexas coreografias, permitiria com que esta dança se tornasse internacionalmente conhecida.

Convencionalmente, o tango é fortemente exaltado como uma dança heterossexual de pares com papéis definidos , em que o sexo masculino tende a conduzir o feminino através da sedução sexual.

Porém nos dias de hoje, já se desenvolveu em quase todo mundo, o tango gay, que é uma dança entre casais do mesmo sexo usando todos os atributos realizados entre o tango convencional, porém sem o tradicional papél heteronormativo dos dançarinos. A perspectiva inovação do tango gay, se difere na troca dos papéis de seus componentes, ou sejá,alternativamente, o condutor passa a ser conduzido . Assim sendo, abre-se um novo precedente oferecendo oportunidades iguais a ambos e além do apoio a comunidade LGBT, ampara-se o papél das mulheres de que também elas podem serem condutoras durante a apresentação, tornando-se assim uma atuação bem mais livre, independente da orientação sexual.

Seria este o início de um velho começo? Uma outra forma de se debater este tema mais profundamente, seria assistir “Tango Querido", documentário exibido em 2016, dirigido por Liliana Furió em parceria com sua companheira de vida e de baile, Julie August.




“Hoje, alguém pôs a rodar

Um disco de Gardel

No apartamento junto ao meu

Que tristeza me deu!”

Trecho da música-Tango pra Tereza

Composta por: Evaldo Gouveia e Jair Amorim

15 views0 comments